Foto: Raphael Simons
in ,

Andressa Hayalla é uma das apostas do YouTube Music para 2022

De acordo com a plataforma, a cantora carioca é uma das promessas do pagode

Se você ainda não ouviu o nome de Andressa Hayalla, prepare-se: em pouco tempo você será impactado pela voz e pelo carisma desta jovem cantora. Ela acaba de ser incluída na lista “10 Artistas para Ficar de Olho em 2022“, divulgada pelo YouTube Music. A plataforma fará a promoção desses artistas escolhidos, criando playlists e divulgando seus trabalhos. E nesta semana é a vez desta carioca, que está na ala das expoentes vozes femininas do pagode.

Foto: Raphael Simons

LEIA MAIS:

Assim como tantas outras grandes cantoras, Andressa Hayalla começou a cantar na igreja, aos 4 anos, onde desenvolveu o gosto pela carreira musical. Seu talento, inclusive, fez com que ela participasse do “The Voice Brasil” em 2018, no qual chegou até às fases finais. Na sequência, a artista foi convidada a participar do projeto “Escuta as Minas“, do Spotify.

De lá pra cá, lançou o EP “Eu Também Sei Fazer” (2020) e os singles “Dublê”, “Papel de Carta” e “Vergonha na Cara” (com participação do grupo Tá na Mente). E por falar em “dividir o microfone”, Andressa Hayalla já desfilou seu talento ao lado de grandes nomes como Ivete Sangalo, Ferrugem, ImaginaSamba e Suel, bem como outras cantoras de pagode contemporâneas como Karinah e Marvvila.

No último ano gravou o single “Sorte ou Destino” ao lado de Péricles e encerrou 2021 com o projeto “Churrasquinho 2” ao lado do grupo Menos é Mais e Deborah Vasconcellos. O último single, “Vacinada”, foi lançado em janeiro de 2022 e é uma parceria com o sertanejo Felipe Araújo.

As mulheres e o pagode

Já faz algum tempo que as mulheres passaram a assumir um lugar de destaque dentro do pagode. Algo anteriormente impensável, apesar de grandes nomes do samba serem femininos, como a própria Alcione e as saudosas Clara Nunes, Beth Carvalho e Elza Soares, o pagode sempre foi quase que totalmente dominado pelos homens por muito tempo.

Voltando aos anos 1990, quando houve a explosão do pagode em todo o Brasil, contavam-se nos dedos de uma mão as representantes femininas que eram executadas nas rádios e apareciam em dominicais na televisão, como Eliana de Lima e Adryana Ribeiro (do grupo Adryana e a Rapaziada), que praticamente reinavam sozinhas.

Foto: Raphael Simons

Nos anos 2010 e 2020 o cenário tem se transformado (ainda bem) e conta com o advento da tecnologia. Para criar a lista de tendências, o YouTube Music usou uma metodologia baseada em dados, que combina a análise de informações internas, como, por exemplo, a curva de crescimento dos streamings e vídeos musicais dentro do YouTube.

Além da tendência de busca pelo nome dos artistas, bem como parâmetros externos, como menções em redes sociais. Aos 26 anos, Andressa Hayalla é uma artista multiplataforma, pertencente a uma geração com engajamento muito grande nas redes sociais, bem como outras plataformas de produção de conteúdo.

E o futuro é promissor para a artista – bem como para outras cantoras de pagode -, que seguem, diariamente, enfrentando barrreiras e dificuldades no gênero e de gênero, mas que têm como suporte principal o talento para ascender no mercado.

Escrito por Daiv Santos

Charli XCX lança clipe para a faixa “Every Rule”, seu novo single

Mesmo no Lollipop, Eslô define seu ‘time’ com apenas um brother