in

Amy Schumer apoia Rihanna, se nega a gravar comercial do Super Bowl e pede que Maroon 5 cancele show

A comediante Amy Schumer gostou tanto da decisão da Rihanna, que declinou o convite para fazer o show de intervalo do Super Bowl, que decidiu fazer igual. A atriz também se negou a gravar a publicidade do campeonato de futebol americano da NFL. Assim, as duas prestam apoio ao jogador Colin Kaepernick, afastado da liga por ter se recusado a se levantar para o hino nacional no início de um jogo. Ao contrário disso, ele se ajoelhou, protestando contra a brutalidade racial da polícia norte-americana. Amy Schumer ainda sugere que a banda Maroon 5, escalada para o show de intervalo de 2019, não se abstenha e também cancele sua apresentação.

Confira o post que a atriz fez no Instagram:

“Eu me pergunto porque mais jogadores brancos não estão se ajoelhando, uma vez que você testemunha a profunda desigualdade e o infinito racismo que pessoas de cor enfrentam em nosso país, isso para não mencionar a brutalidade policial e os assassinatos. Por que não se ajoelhar ao lado de deus irmãos? Caso contrário, como você não é cúmplice? Eu acho que seria legal se o Maroon 5 desistisse do Super Bowl como Rihanna fez. Eu particularmente disse aos meus representantes que não faria um comercial do Super Bowl este ano. Eu sei que isso deve soar como um sacrifício de gente privilegiada, mas é o que eu tenho. Bater na NFL com os anunciantes é a única maneira de realmente feri-los. Eu sei que se opor à NFL é como se opor a NRA. É muito duro, mas você não quer sentir orgulho de como está vivendo? Levante-se por seus irmãos e irmãs de cor. A coisa mais gostosa que um cara pode fazer é se ajoelhar – não para pedirem casamento mas para rejeitar o tratamento de seus companheiros de equipe neste país. Qualquer um que disser que é desrespeito com nossos militares, por favor leia sobre o fato de muitos veteranos estarem orgulhosos do que Kaepernick está fazendo e apoiando-o completamente. Quais são seus pensamentos?”.

O Maroon 5 foi anunciado pela Billboard em setembro como atração do Super Bowl de 2019. A banda está em alta nos Estados Unidos com o single “Girls Like You” (feat. Cardi B), que lidera a Hot 100 há quatro semanas. Para Adam Levine, o vocalista, o Super Bowl é a realização de um sonho – e ele muito provavelmente não vai desistir disso. O evento está marcado para 3 de fevereiro.

Escrito por Leonardo Torres

“Renascer”: Maluma está loiro – veja fotos

Justin Bieber reúne paparazzi para pedido e reclamação: veja vídeo