in ,

Alvo de ataques na internet, Ludmilla faz live sobre racismo com Tia Má e lembra casos de preconceito

(Foto: Reprodução)

Ludmilla fez uma live, neste sábado (20), com Maíra Azevedo, mais conhecida como Tia Má, para falar sobre racismo. A cantora, que sofreu ataques racistas na internet na última semana, conversou com a jornalista sobre o assunto e relembrou outras situações de preconceito que sofreu quando mais jovem.

A live de Lud ocorre poucos dias depois dela ter sido alvo de ataques racistas de supostos fãs de Anitta por expor um desentendimento entre as duas, na internet. A transmissão teve os comentários fechados, para evitar possível ação de haters.

A cantora, que teve o apoio de amigos famosos como Emicida, Alcione e IZA, fez perguntas sobre o tema, que foram respondidas pela jornalista, com indicações de livros e outros apontamentos.

LEIA MAIS

>>> Ludmilla responde crítica de Samantha Schmütz por ganhar papel em série: “Desmerecendo meu trabalho”
>>> Samantha Schmütz critica escolha de Ludmilla para atuar em série da Globo: “Tantos atores desempregados”

Durante o papo, Ludmilla relembrou episódios de preconceito que já sofreu quando mais jovem, por exemplo. “Negra com roupa de colégio público é a chave para o segurança ir atrás de você”, recordou. “Isso tudo faz parte do racismo estrutural da nossa sociedade”, explicou Tia Má.

Ludmilla também falou sobre o comportamento dos haters na internet. “Eles não tem noção do mal que podem causar na vida de alguém por uma tremenda ignorância”, comentou.

Ao fim da live, a artista disse que agora pretende usar mais sua visibilidade para falar do assunto. Por isso, decidiu fazer uma série de transmissões com Tia Má e outros convidados para debater o racismo.

“Eu acredito que vou deixar um mundo melhor para meus filhos, meus netos”, disse.

Ludmilla responde ataques racistas

Ludmilla se posicionou sobre os ataques racistas que vem sofrendo desde que expôs suas desavenças com Anitta na internet.

Em uma publicação em homenagem à cantora, no perfil Potências Negras, do Instagram, Lud falou sobre o caso.

“O povo preto é potência e resistência. O racismo criminoso é uma tentativa de tirar nossa humanidade. Só que a gente não vai se calar e não vai abaixar a cabeça”, escreveu na mensagem.

A cantora disse ainda que tem orgulho e consciência do lugar que ocupa e que, quando fala, não é só por ela, mas por todos que sofrem diariamente com o racismo.

“Além de continuar denunciando, vou continuar fazendo meu trabalho como venho fazendo. Porque, aceitem, vai ter preta em posição de destaque, sim!”, completou.

O perfil Potências Negras divulgou duas artes com fotos da funkeira e a frase “Ludmilla Potente”. Na legenda das fotos, um breve perfil destacando os grandes feitos da carreira da artista.

“Cantora negra mais seguida no Brasil e sétima mais seguida no mundo, com mais de 22 milhões de seguidores no Instagram⁣⁣. Diva do pop nacional⁣⁣ Premiada mundialmente⁣⁣. Emplacou 14 singles no top 100 da Billboard⁣⁣”, diz um trecho da mensagem.

A publicação foi feita em resposta aos ataques racistas sofridos recentemente por Ludmilla na internet. Grande parte das ofensas partiram de supostos fãs de Anitta, por causa do desentendimento entre as duas cantoras.

Veja!

 

Ver essa foto no Instagram

 

Ludmilla Oliveira da Silva, 25 anos⁣⁣ ⁣⁣ Cantora negra mais seguida no Brasil e sétima mais seguida no mundo, com mais de 22 milhões de seguidores no Instagram⁣⁣ Diva do pop nacional⁣⁣ Premiada mundialmente⁣⁣ Emplacou 14 singles no top 100 da Billboard⁣⁣ ⁣⁣ Lud começou sua carreira musical atendendo pelo nome de Mc Beyoncé. E não a toa se transformou nesse fenômeno pop brasileiro, muito bem inspirado na grande diva Bey. Quando Ludmilla lança uma música, sua legião de fãs já tem certeza que será mais uma “música-chiclete”, pois essa mulher, além de extremamente talentosa, possui uma inquietação que faz com que o sucesso seja seu maior sobrenome.⁣⁣ Apesar de todas as credenciais, essa mulher preta de excelência ainda é alvo de um racismo cruel.⁣⁣ Um racismo que faz de tudo para desmoralizar pessoas pretas em posições de destaque. ⁣⁣ Mas, Ludmilla, saiba que o povo preto está com você.⁣⁣ Você é um orgulho para nós.⁣⁣ E elas que lutem.⁣⁣ ⁣ ⁣Arte 1: @rolmagalhaes⁣ Arte 2: @diariodacamila ⁣ #potenciasnegras #ludmilla #mulherpreta #mulhernegra #tamojunto #aquilombamento

Uma publicação compartilhada por Potências Negras (@potenciasnegras) em

Entenda a treta entre Ludmilla e Anitta

Na segunda-feira (15), Ludmilla publicou um vídeo dossiê relembrando alguns desentendimentos com Anitta. Depois disso, Lud chegou a divulgar que lançaria uma nova música, intitulada “Cobra Venenosa”. Foi o suficiente para que os fãs das artistas começassem uma série de agressões gratuitas na internet.

Inicialmente, Annita ignorou o assunto, porém, com a repercussão dos casos crescentes de racismo – que vale lembrar, é crime! -, ela resolveu se posicionar, condenando as atitudes de seus fãs.

“Criminosos covardes que se dizem meus fãs propagando mensagens de racismo e injúria racial nas redes sociais. Já disse e repito: isso é abominável e inadmissível!”, disse a cantora.

Escrito por Victor Arris

Exclusivo: Veja fotos do clipe de “É o Mundo”, nova música de Dennis DJ com Kevin O’Chris

AO VIVO: IZA e Gilberto Gil fazem primeiro show completo juntos; assista!