novo álbum
Foto: Instagram @alok
in ,

Alok prepara seu primeiro álbum autoral com série de documentário

“É muito importante criar caminhos de acesso à sabedoria da cultura indígena e sua visão de mundo”, disse Alok.

Alok tem uma série de sucessos icônos e reconhecimento mundial, mas tem uma coisa que falta em sua carreira: um álbum autoral. Agora, isso já está no caminho de acontecer. O projeto tem um tema especial que já foi divulgado: “O futuro é ancestral”.

Para se aprofundar no tema, Alok percorre musicalmente a jornada dos ativistas indígenas Célia Xakriabá, Kunumi MC, Mapu Huni Kuin, Tashka Yawanawa, e lideranças musicais dos povos Kariri-Xocó, Huni Kuin, Yawanawa e Guarani. Assim, por meio de sonoridades experiências, essa linha tênue entre o ancestral e o futuro será montado.

Para o artista, é fundamental entender a sabedoria ancestral para que se entenda melhor presente o futuro. Assim, se torna urgente propor um novo imaginário coletivo para o que chamamos de futuro.

Novo álbum
Foto: Mila Petrillo

O projeto está sendo gravado par o lançamento de uma série documental, que será lançada junto com o álbum, ainda sem data de lançamento. Vale ressaltar que toda a renda será integralmente revertida para apoio aos povos indígenas participantes.

Alok fala sobre o novo projeto:

A minha forte conexão com os povos indígenas e meu respeito às suas histórias me despertaram a vontade de promover esta imersão com eles. Juntos vamos compor faixas com os povos Yawanawa, Kariri-Xocó, Huni Kuin e Guarani e os resultados desse trabalho serão integralmente revertidos às suas aldeias”, diz Alok.

É muito importante criar caminhos de acesso à sabedoria da cultura indígena e sua visão de mundo, e a música é um excelente canal para isto. É importante corrigir erros históricos e possibilitar que as novas gerações se orgulhem e valorizem a sabedoria dos povos indígenas”, completa o artista.

A série terá roteiro original de Célia Xakriabá (professora ativista indígena do povo Xakriabá) e Moara Passoni, direção geral de Tatiana Lohmann e ideia original de Estela Renner, Marcos Nisti e Alok Petrillo.

Escrito por Caian Nunes

Ariana Grande posta performance de “pov”

Do interior do Maranhão para o mundo: conheça a Bota Pó