Alok faz chá revelação de bebê com fogos às 7 da manhã e gera memes. Foto: Divulgação
Alok faz chá revelação de bebê com fogos às 7 da manhã e gera memes. Foto: Divulgação
in ,

Alok faz chá revelação de bebê com fogos às 7 da manhã e gera memes

Alok e a esposa Romana Novais realmente amam acordar cedo para fazer eventos. Após se casarem ao amanhecer no Cristo Redentor, o casal fez o chá revelação do segundo filho com fogos de artifício, às 07 da manhã desta quarta-feira. O contexto nada convencional do chá, é claro, repercutiu nas redes sociais e Alok se tornou um dos trending topics do Twitter.

Alok faz chá revelação de bebê com fogos às 7 da manhã e gera memes. Foto: Divulgação
Alok faz chá revelação de bebê com fogos às 7 da manhã e gera memes. Foto: Divulgação

Acordar os vizinhos, a predileção do casal por fazer eventos cedo e o porquê haver fogos de artifício em um chá revelação foram alguns dos tópicos suscitados.

Alok recusa R$ 10 milhões para promover “cura gay”

Alok não aceitou R$ 10 milhões para se voltar contra a comunidade LGBTQI+. O DJ e produtor revelou a história em entrevista ao canal de Matheus Mazzafera no YouTube. Ele disse que foi convidado por um representante da Igreja Evangélica para gravar um clipe milionário, que promoveria a “cura gay”. Ele declinou a proposta, apesar do dinheiro.

Alok recusa R$ 10 milhões para publicidade de "cura gay"
(Foto: Divulgação)

“O cara falou assim: ‘vou fazer um clipe, vou bancar R$ 10 milhões para gente fazer bombar esse clipe’. Pensei ‘pô, massa, vamos fazer, R$ 10 milhões!, vamos fazer o roteiro’. Aí o roteiro era um cara gay, que descobre a Bíblia e se converte. Eu falei assim ‘cara, você pode me dar os R$ 10 milhões, todo dinheiro do mundo, mas não tem como eu fazer isso, porque não é o que eu acredito’. Eu não consigo. Eu realmente neguei”, contou.

Na entrevista, Matheus Mazzafera ensinou para Alok que não se fala mais opção sexual e sim orientação sexual, porque não é uma questão de escolha ou opção. Alok agradeceu a aula e concordou. “Não é que a pessoa escolhe. Não é uma opção. A pessoa nasceu assim”, disse o DJ, “eu acho que quem é gay não é que escolheu. Até porque, no mundo que a gente vive, ninguém escolheria nascer para sofrer”.

Assista à entrevista:

Alok falou também que não se considera o melhor DJ ou produtor do Brasil ou do mundo. Ele acredita que seu sucesso se deve a vários fatores, como sua busca constante por inovação, originalidade e ecletismo. Não se limitar a um estilo de música ou público específico aumentou suas possibilidades.

“Minha intenção sempre foi levar um pouco de alegria, independente do gênero que fosse e da classe que fosse. Sempre muito alinhado com a mensagem. Não tachei: ‘quero somente esse público e vou excluir aquele’. Eu acho que as pessoas curtem o Alok não só pela música. Muitas pessoas passam a gostar da música depois”, explicou.

Alok recusa R$ 10 milhões para publicidade de "cura gay"
(Foto: Divulgação)

Escrito por Helena Marques

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CeeLo Green questiona conteúdo sexual de lançamentos de Cardi B e Nicki Minaj: “a que custo?”

Divulgação/Oi Futuro e Toca do Bandido

Oi Futuro e Toca do Bandido apresentam o ‘Festival LabSonica’ com artistas e bandas independentes