Foto: Divulgação
in ,

Ally Brooke confirma que o Fifth Harmony tinha mais dois álbuns para lançar e que gravadora foi a razão da separação do grupo

Em sua autobiografia, Ally Brooke confirma que a Epic Records não queria mais lançar músicas do Fifth Harmony.

A separação do Fifth Harmony continua dando o que falar, mesmo dois anos após o grupo confirmar o “hiato por tempo indeterminado”. A mais recente informação veio do livro “Finding Your Harmony”, de Ally Brooke.

Ally Brooke desabafa
Foto: Divulgação

Lançado na última semana, a autobiografia de Ally Brooke, onde ela fala sobre bullying e assédio sexual, também fala bastante sobre o grupo Fifth Harmony e detalha que a gravadora Epic Records foi o motivo principal para a separação do grupo.

O grupo, que estava funcionando como quarteto desde a saída de Camila Cabello, ainda tinha dois álbuns junto a Epic Records, que em entrevista Ally confirmou ser um álbum de inéditas e um natalino, mas que a gravadora resolveu não lançar mais nada do grupo, o que forçou as meninas a se separarem, já que não faria sentido insistir em um projeto que não poderia ter nada novo lançado.

Ally Brooke teve que aceitar o fim do Fifth Harmony

Por que as cantoras do Fifth Harmony não conseguem lançar seus álbuns solo?
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

Apesar de ter entrado para o X-Factor USA como cantora solo e posteriormente foi colocada junto às outras meninas no Fifth Harmony, Ally Brooke não queria o fim do grupo.

Em recente entrevista para o programa Entertainment Tonight, Ally confirmou os dois álbuns que o Fifth Harmony ainda tinha para lançar com a Epic Records e que ela foi a última a concordar com a separação do grupo.

“Eu queria tanto que a gente continuasse!”, respondeu Ally quando perguntada se ela queria que o Fifth Harmony não tivesse acabado. “Falta um álbum natalino, falta mais um álbum… Faltava algo. Mas, nem todo mundo sentia dessa forma e eu tive que processar e isso e no final respeitar isso.”

“Mesmo que eu não concorde, mesmo que eu estivesse triste e até um pouco desapontada e até um pouco com raiva, eu tive que deixar isso ir e respeitar. E uma vez que eu fiz, o sentimento inacreditável de ‘Oh meu Deus, eu vou finalmente ser capaz de ir atrás de meu sonho que esteve em meu coração desde que eu era uma jovem garota, de ser uma artista solo. Foi o sentimento mais mágico”, completou Ally Brooke.

Confira a entrevista completa, em inglês:

 

Escrito por Kavad Medeiros

Chloe X Halle canta “Tipsy”, “Do It”, “Forgive Me” e “Ungodly Hour” para festival da BBC 1

Toda country, Lana Del Rey canta com Nikki Lane música que estará em seu novo álbum