Divulgação
Capa "Complete Edition" de Dua Lipa e do álbum deluxe "Sì" de Andrea Bocelli
in

Álbum Deluxe: veja como esse lançamento permanece na era streaming

Divulgação

Há heranças na indústria musical que mesmo em meio a era do streaming, permanecem. Como um bom exemplo desse fenômeno, hoje vamos falar sobre o “Álbum Deluxe” ainda opção para muitos artistas.

Primeiro vamos explicar a diferença entre o Deluxe e o álbum convencional. Na seleção das músicas de um álbum, geralmente, muitas canções ficam de fora, para que as melhores versões e letras, entrem no projeto.

Após o álbum ser lançado, as músicas que não foram selecionadas no projeto inicial retornam. Com esse acréscimo, o álbum torna-se “deluxe” que pode ser entendido como uma versão especial do álbum com mais canções.

Neste mês (19), a cantora Dua Lipa lançou a versão “Complete Edition” ou, como considerada pela artista, “Super Deluxe”, pois, no ano passado foi lançada a versão Deluxe do seu álbum “Dua Lipa” com 17 canções. Já o “Super Deluxe” possui 25 canções, com acréscimos de novos singles e músicas em parcerias.

Enquanto o cantor Andrea Bocelli lançou na última sexta (26) a versão Deluxe do seu recente álbum “Sì” com nove faixas bônus e inclusive com duetos com a própria Dua Lipa e o cantor Ed Sheeran.

Anteriormente, o lançamento de álbuns deluxe eram vistos como uma provável fonte de renda física. Hoje, podemos considerar que esse lançamento tem o objetivo de fortalecer o trabalho do álbum e trazer uma continuidade ao trabalho musical criado, principalmente se o artista estiver em meio a uma turnê, como no caso dos dois artistas em exemplo. 

Escrito por Redação POPLine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gucci Mane e Bruno Mars lançam o clipe para “Wake Up in The Sky”

Katy Perry compra uma mansão por R$ 27 milhões para receber visitas