André Izidro | Foto: Divulgação
in

Agência Atabaque foca no audiovisual e fala sobre Music Supervisor

A agência acaba de assinar a campanha de lançamento e ativação em todos os aplicativos de música trilha original do filme “Um Casal Inseparável”.

A música desempenha um papel fundamental no audiovisual e por isso a função do Music Supervisor é tão importante. No Brasil, o serviço não é tão comentado como no mercado internacional, apesar de existir. Nesse caminho, a Agência Atabaque está investindo na potência que é a junção da música com o cinema, e acaba de assinar a campanha de lançamento e ativação em todos os aplicativos de música da trilha original do filme “Um Casal Inseparável”.

“Água de Chuva no Mar” é um clássico originalmente gravado por Beth Carvalho, que ganhou uma versão exclusiva interpretada por Mart’nália, feita para o longa que conta a história do relacionamento da professora de vôlei de praia Manu (Nathalia Dill) e do pediatra Leo (Marcos Veras), que fica em risco após um mal entendido.

Nathalia Dill e Marcos Veras | Foto: Rachel Tanugi/Divulgação

“Um bom lançamento de uma trilha sonora original potencializa o lançamento do filme e vice-versa. A Atabaque acredita nessa sinergia e estamos confiantes com essa parceria com a TV Zero”, afirma André Izidro, sócio da Atabaque.

Segundo ele, a “Atabaque tem a proposta de trabalhar a música como negócio em todos os âmbitos, sendo uma aceleradora de talentos e um laboratório de experiências para desenvolver carreiras, projetos e criar oportunidades”.

Liderada pelo ex-CMO da powerhouse Kondzilla, André Izidro, e pelo sócio Odilon Borges, advogado com especialização em Direitos Autorais, contratos internacionais e licenciamento; a Atabaque tem o objetivo de analisar dados, conectar pessoas e criar hits.

“Music Supervisor” no Brasil

O mercado audiovisual, que é muito conectado com o streaming, tem crescido com as produções originais brasileiras. Muitos produtores musicais estão criando trilhas para séries da Globoplay, Amazon, HBO, Netflix, entre muitos outros; o que gera uma consciência do setor audiovisual em trabalhar o produto fonográfico, que está aumentando aos poucos, é o que revela Izidro, em entrevista ao POPline.Biz é Mundo da Música.

“Agora já tem uma noção de que é importante ter o CNAE do produtor fonográfico. Alguns já têm, como é o caso da TVZero. A Atabaque bate muito nesse sentido, pois quando você trabalha com o audiovisual e se produz para esses players e esses streamings, você acaba sendo tão limitado quanto produzindo para a Lei Rouanet, no sentido de margem, pois esses players são muito criteriosos em ter uma planilha de custos detalhada, no geral, são 10% de margem, assim como na Lei de Incentivo”, explica.

Segundo ele, muitas empresas criadas dos anos 2000 para cá são baseadas na Lei de Incentivo e ainda estão se desenhando pro conceito digital. ”A Atabaque já nasce com um olhar do que é o mercado digital hoje. Então, lançar uma música seis anos atrás era muito diferente, conectado com o ponto de venda, onde o físico era muito mais importante. Hoje é muito diferente trabalhar o trade, conectar com todas essas plataformas editorialmente. A Atabaque já é conectada nessas plataformas – Spotify, Deezer, Amazon. Além de todas as distribuidoras, gravadoras, potencializando os lançamentos”.

E completa: “Então, quando a gente volta para esse mercado audiovisual e o Music Supervisor, a gente não está olhando como a Atabaque, que olha a música como negócio mesmo. A gente não está olhando só para uma ponta disso. A gente está olhando para toda a oportunidade de trabalhar o ativo audiovisual que eles têm”.

A agência traz o conceito de trabalho que engloba desde a supervisão musical, conectando com os melhores produtores, quais artistas se conectam melhor com esse conceito audiovisual, como isso gera novas músicas, trilhas, até o lançamento. “E após o processo todo, fazemos a gestão de direitos, pensamos em todo o processo de lançamento, como projetar pra ter mais relevância, como o gênero vai se conectar com o produto audiovisual”, conta Izidro.

Parceria com a TVZero

No caso do filme “Um Casal Inseparável”, que é uma parceria com a TVZero, a Atabaque chegou na etapa de ativação. “Eles já tinham fechado algumas parcerias, para a distribuição do filme, com a Globo Filmes e o Telecine; e nossa proposta foi trabalhar essa versão da Mart’nália, cantando esse clássico da Beth Carvalho, onde a música puxa o filme e o filme puxa a música”.

Segundo Izidro, a Atabaque já tinha uma conexão com a TVZero, sempre buscando como trabalhar em parceria, melhorando a produção fonográfica. “Daí surgiu o lançamento do filme, onde a gente provocou falando “é a melhor oportunidade de a gente trabalhar tudo o que já conversou”. Foi onde começou essa parceria”.

“Todo esse contexto que a gente coloca para a TVZero, a gente fala sobre impulsionar e alavancar o IP. O IP não é necessariamente a produção audiovisual, pode ser um podcast, uma série, um evento, uma marca; e a gente entra nas conexões, desde a supervisão musical, na criação da música, entre outros pontos”, destacou.

Esse formato já é velho conhecido do empresário, que assinou anteriormente com Mumuzinho e Maiara & Maraisa para as Casas Bahia, pela Kondzilla. “Montamos uma proposta de um super lançamento musical, depois a questão da campanha, que era para a Blackfriday”.

“Estamos amadurecendo cada vez mais na Atabaque essa questão do lançamento e a supervisão do produto musical, conseguindo casar em nossas propostas no universo de IP, funcionando em qualquer dinâmica, como citei acima, como eventos de games, um podcast, uma série audiovisual”, finaliza.

A produção do filme é da TvZERO, com coprodução da Globo Filmes e Telecine, e direção de Sergio Goldenberg, e estreia dia 9 de setembro nos cinemas com distribuição da H2O Films.

Confira trailer “Um Casal Inseparável”:

Escrito por Rafa Ventura

Tio de Aaliyah agradece pais da cantora após lançamento de álbum nos streamings

Integrantes da Hitmaker contam seus maiores perrengues na carreira