Foto: reprodução/ @atravestisoficial Instagram
in

A travestis conta a história por trás de “Sento Pro Moço do Gás”

Tertuliana Lustosa também comenta carreira de diretora e roteirista

A Travestis marcou a última semana com o lançamento da divertida e empolgante “Sento Pro Moço do Gás“. Como a própria artista define, a música é um pagodão baiano feito para os paredões e que agrega o público LGBTQIA+. Muito além de uma música com potencial viral, ela representa a sobrevivência da alegria e do que o Brasil ainda tem de bom.

Em entrevista ao POPline, Tertuliana Lustosa falou sobre a história engraçadíssima que inspirou a canção, comentou suas escolhas musicais e disse que pretende investir, ainda mais, em sua carreira como diretora e roteirista. Confira:

POPline: A letra da música narra uma história bem específica. De onde veio essa inspiração?
A inspiração dessa música foi de uma situação que eu vivi (risos). Moro com minha mãe e ela na época tinha viajado para o interior, daí fiquei sozinha e na entrega do gás rolou uma química. Mas não teve continuidade pois depois eu descobri que o tal entregador de gás não era solteiro, uó.

POPline: Você assina roteiro e direção do clipe. Como foi essa experiência? Pretende se dedicar a carreira de diretora e roteirista em projetos fora da música?
Essa experiência foi semelhante à de todos os meus videoclipes, desde o primeiro. Gosto muito de estar nessa parte criativa pois uma das minhas especializações e área de atuação foi a de roteiro e direção cinematográfica. Tenho interesse sim na carreira de diretora e roteirista fora da música e foi assim que comecei, com os curtas “Cuceta” e “A lenda da trava leiteira” disponíveis no meu perfil do Vimeo “Tertuliana Lustosa”.

POPline: Você disse que também se inspirou em Tik Toks já estourados, como os com a música da Doja Cat. Você consome muito as músicas que bombam na plataforma? Como você enxerga o Tik Tok em relação a divulgação do seu trabalho?
Eu consumo demais as músicas que bombam no Tik Tok, desde as internacionais até os funks. O Tik Tok hoje é uma plataforma fundamental para à divulgação de um artista na área da música.

POPline: Como surgiu a ideia do Drag King Livinho? O que ele acaba significando pra você?
O Drag King Livinho já era uma grande vontade que eu tinha de cantar na voz masculina e desde antes desse single eu já tinha esse desejo. Então ele surgiu da música e também com referência ao Mc Livinho, que sou muito fã.

Foto: reprodução/ @atravestisoficial Instagram

POPline: Você é bem fiel a música baiana e as suas raízes, mas pretende interpretar outros ritmos musicais?
Eu tenho como proposta o que eu chamo de hibridismo musical, eu amo misturar algo pop internacional ou nacional com algo regional. Assim eu fiz com “Murro na Costela do Viado” usando o sample de “Just Dance“, dentre outras músicas. Sobre uma música em outro ritmo, acho que vou vir no pop ou no funk, ritmos que eu amo.

Escrito por Douglas Françoza

Fanfive apresenta Daniel Alves como CEO e abre escritório em SP

Pocah é nomeada embaixadora do Grupo Arco-Íris no mês do Orgulho LGBTQIA+