banner com link para rádio globo
Foto: Netflix
in ,

“A Sogra Que Te Pariu” foi inspirada na relação de Rodrigo Sant’Anna com a mãe

“Minha mãe foi lá pra casa e minha vida se tornou um inferno e aí eu falei ‘não, nem só de inferno vive o homem! Vamo criar um céu disso’”, explicou o humorista.

Nem só de aventuras, romances, suspenses e produções de época vive a Netflix, a principal plataforma de streaming de filmes e séries da atualidade. E nesta quarta-feira (13), estreou a primeira sitcom brasileira da Netflix, “A Sogra Que Te Pariu”, criada e protagonizada pelo humorista Rodrigo Sant’Anna.

A Sogra Que Te Pariu Rodrigo Sant'Anna Dona Isadir
Foto: Netflix

Leia mais:

E a inspiração para essa nova comédia de situação não veio de muito longe de Rodrigo, sendo inspirada na sua relação com sua mãe durante a pandemia de COVID-19.

Em entrevista ao POPline, dias antes da estreia de “A Sogra Que Te Pariu” na Netflix, Rodrigo Sant’Anna explicou que a série nasceu da sua vontade de transformar o “inferno” que foi a mudança de sua mãe para sua casa durante a pandemia em humor.

“Na verdade, durante a pandemia, minha mãe foi lá pra casa e minha vida se tornou um inferno e aí eu falei ‘não, nem só de inferno vive o homem! Vamo criar um céu disso’”, explicou Rodrigo Sant’Anna.

“Durante esse período, eu acho, eu recolhi material suficiente pra que eu pudesse depois traduzir em dez episódios que viraram ‘A Sogra Que Te Pariu’”, completou.

Quanto de Dona Isadir vem da mãe de Rodrigo Sant’Anna?

Claro que Dona Isadir, a personagem principal da série e interpretada por Rodrigo Sant’Anna, tem muito de inspiração em sua mãe, principalmente no quesito “mãe intrometida na vida pessoal”.

Mas quanto mesmo de Dona Isadir vem da mãe de Rodrigo?

“Eu acho que 60%”, brincou o humorista, aos risos. “Eu acho que na invasão de privacidade 100%, porque minha mãe é muito invasiva. Durante esse período lá em casa, eu e meu marido, a gente não podia namorar, cara! Eu queria só fazer amor com meu marido!”, afirmou.

“Mas é aí que começa a misturar um pouco do todo, de vivências minhas, das outras mulheres que eu tenho como referência, que eu acho engraçado.. Por exemplo, o ‘Pra Cacete’ que eu repito muito na Isadir, é uma coisa da minha madrinha, nem é da minha mãe, minha mãe não é essa pessoa… No final a gente faz essa miscelânea pra dar certo”, completou.

Escrito por Kavad Medeiros

Veja a primeira imagem de Maiara e Maraisa no “The Voice Kids”!

Camila Cabello performa faixas do álbum “Familia” no “Today Show”