in ,

A Fazenda: Fim de carreira ou impulso para os artistas?

Junto do Big Brother Brasil, “A Fazenda” se tornou um dos programas de confinamento mais populares do Brasil. O reality show estreou em 2009 e já teve 11 temporadas. A 12ª edição é muito esperada e está sendo cotada para agosto. Por causa da pandemia do coronavírus, a RecordTV estuda a possibilidade de não ter o programa esse ano, mas até segundas ordens, vai ter, sim.

Entre os nomes cotados, estão Jojo Todynho, Saulo Poncio (do UM44K) e MC Livinho. Como o reality show tem o elenco formado por famosos (ou quase), fica sempre a pergunta. Vale a pena participar? É para artistas em fim de carreira?

Respondemos essas perguntas relembrando alguns dos principais participantes do cenário musical que passaram pelo reality show. O que aconteceu com a carreira deles depois? Se queimaram? Foram impulsionadas? Há casos e casos. Confira!

LEIA MAIS
>> “A Fazenda” pode não acontecer em 2020: veja quem já disse “não” para a Record

Logotipo do reality show A Fazenda, exibido pela Rede Record
Reprodução: Rede Record

Gretchen – A Fazenda 5

Sem dúvidas, Gretchen foi a que mais se beneficiou diretamente da Fazenda. Ela desistiu do reality, “bateu o sino”, mas até isso virou meme. Tudo dela na Fazenda virou meme. Depois de sua saída, ela virou a “rainha da internet”. Com isso, ela chegou a ser convidada por Katy Perry para o lyric video de “Swish Swish”. Destaque internacional! Quando a estrela do pop veio ao Brasil, Gretchen subiu ao palco para participação especial. Ela até chorou de emoção. Ela também chegou a ter seu próprio reality show, o “Os Gretchens”, no Multishow. Na música, apesar de não ter lançado uma nova “Conga Conga Conga”, voltou a ser requisitada para gravações.

Valesca – A Fazenda 4

A participação de Valesca foi em 2011 e ela foi longe no jogo, sendo a 12ª eliminada, apesar de não ter feito muito parte das principais tramas da edição – ela era mais reservada. Ela teve seu primeiro auge como integrante da “Gaiola das Popozudas”, mas estourou mesmo depois da Fazenda. “Beijinho no Ombro” e “Eu Sou a Diva que Você Quer Copiar” vieram em 2013 e 2014. Foi um segundo auge. Nesse caso, o reality não teve muito a ver com esse sucesso – mas entenda, estava longe de ser fim de carreira.

Li Martins – A Fazenda 8

Em 2002, Li (na época conhecida como Patrícia), foi escolhida pelo reality show “Popstars”, do SBT, para integrar o grupo Rouge. O sucesso foi estrondoso, principalmente pela icônica “Ragatanga”. O grupo se desfez em 2006 e Li focou em produções teatrais. Sua volta à televisão aconteceu mesmo em 2015, pela Fazenda. Sua participação foi polêmica, com vários barracos. Também teve um romance com João Paulo Mantovani, com quem casou e teve um filho. Mesmo não sendo tão popular na atração, os fãs do Rouge não abandonaram. Em 2017, teve um retorno triunfal com shows lotados em todo o Brasil. Foram lançadas algumas músicas inéditas do grupo até um novo fim em 2019.

Maurício Manieri – A Fazenda 2

A participação foi em 2009, muito depois de quando lançou sucessos como “Minha Menina” (1998) e “Primavera” (200). Depois de sua aparição no reality, nunca voltou a ter o mesmo sucesso, apesar de ter promovido alguns lançamentos.

MC Leozinho – A Fazenda 2

Em 2006, o Brasil dançava com megahit “Se Ela Dança, Eu Danço”, primeiro lugar absoluto das rádios. Em 2009, ele entrava na Fazenda. Fazendo a política de boa vizinhança, ele não foi um dos nomes mais comentados. Chegou a lançar músicas depois, mas não repetiu o sucesso.

Mara Maravilha – A Fazenda 8

Ícone como apresentadora infantil dos anos 80, Mara Maravilha voltou repaginada e polêmica na Fazenda de 2015. Ela foi a “protagonista” da edição, sendo o foco dos principais barracos e tramas. Não ganhou, mas voltou ao radar de Silvio Santos, que a contratou novamente para ser apresentadora do SBT. Ela agora apresenta o programa “Fofocalizando” (recentemente alterado para “Triturando”). Na música, ela não voltou a fazer gravações.

Tico Santa Cruz – A Fazenda 3

Assim como fora da casa, Tico Santa Cruz mostrava sua personalidade forte dentro do reality em 2010. Ele defendia suas convicções, nem que para isso ele protagonizasse barracos. Na música, os maiores sucessos como vocalista da banda Detonautas foram antes, como “Quando o Sol Se For” (2003), “Olhos Certos” (2003), “Só Por Hoje” (2005) e “Dia Comum” (2006). A banda continua na ativa. Tico se tornou um comentado ativista político nas redes sociais.

Perlla – A Fazenda 10

Perlla foi uma das precursoras do pop/funk no Brasil. Em 2006, “Totalmente Demais”, “Tremendo Vacilão” e “Eu Vou” eram sucessos massivos. Depois de um tempo, resolveu se converter como evangélica. Sua participação foi em 2018 e rápida, sendo a quarta eliminada. Ela fez algumas escolhas erradas, se aliando com quem não era bem visto fora da casa. Já nessa época, fez seu retorno ao funk, mas não teve o mesmo retorno.

Danni Carlos – A Fazenda 1

“Eu quero ficar perto de tudo que acho certo / Até o dia em que eu mudar de opinião”, a música “Coisas Que eu Sei” fez muito sucesso em 2007. A cantora lançava uma série de álbuns de rock, que fazia grande sucesso. Em 2009, decidiu participar da primeira edição do reality show. Ela foi longe e chegou ao segundo lugar. Em 2014 ela lançou o álbum “Livre” e em 2019 participou da novela “Verão 90”, da Globo, mas não repetiu o sucesso.

Outros nomes da música que participaram de A Fazenda foram Leo Rodriguez, Ovelha, Pepê & Neném, Rafael Ilha, Vavá, Brunninha, Marlon (Marlon & Maicon), Cumpadi Washington, Thiago Servo (ex-Thaeme e Tiago), Pedro Leonardo (Pedro & Thiago) e Yudi Tamashiro.

Escrito por Caian Nunes

Em seu aniversário, Anahí recebe mensagens carinhosas de colegas do RBD

Mais maduros, Melim inicia nova fase com o álbum “Eu Feat. Você”