Fotos: Reprodução/YouTube
in ,

De “Verdinha” a “Brisa”: 10 músicas sobre maconha no #420Day

Do rock ao reggae, do rap ao pop, o que não faltam são músicas sobre o cigarrinho (ainda) polêmico

O termo #420Day está nos trending topics de hoje porque neste 20 de abril – 4/20 nos Estados Unidos – é celebrado o Dia da Maconha. Mas você sabe o motivo desta data ter sido escolhida?

Miley Cyrus, que ousou fumar maconha no palco de uma premiação ao vivo (Foto: Reprodução de internet)

Na verdade existem várias teses – desde a crença comum de que 420 era o número da polícia da Califórnia; de que 420 era o código penal para a maconha; de que há 420 compostos químicos ativos na maconha; e até mesmo um evento anual batizado de HighStream 420 Festival.

Mas a história mais contada versa sobre cinco adolescentes que encontraram um mapa desenhado a mão que os levaria a uma plantação de maconha próxima a São Francisco. E os jovens teriam marcado de se encontrar às 4h20 da tarde. Segundo a história relatada no jornal The New York Times, em 1971, eles nunca encontraram o “tesouro”. Mas aquele horário virou referência para futuros encontros.

Do rock ao reggae, passando pelo rap e o hip hop, o que não faltam são referências – explícitas ou não – à erva em músicas que já fazem parte da memória afetiva do público. Até mesmo no Brasil, a MPB está recheada de clássicos que abordam o universo da cannabis. É claro que a música pop não fica de fora. Por isso o POPline elencou dez músicas que falam diretamente ou não sobre o cigarrinho (ainda) polêmico:

Melim – “Maju

Associados ao pop good vibes e letras sobre natureza, paz, amor, brisa e gratidão, o Melim também se arrisca no reggae de vez em quando. “Maju” é um belo exemplo. Em uma abreviação do nome “Maria Joana”, uma das diversas formas associadas à maconha, a letra diz: “Maria Joana, quando chega perto eu já fico louco / Maria Joana, viajo com você, o mundo gira devagar / E eu quero de novo“. A “menina” da música é muuuuito de boa, não?

Lady Gaga – “Mary Jane Holland

Sem rodeios, Lady Gaga canta de forma direta sobre sua relação com a erva em “Mary Jane Holland”, faixa do álbum ARTPOP, lançado em 2013. “Quando eu acendo as chamas e coloco você em minha boca / A grama esquenta meu interior e a minha morena começa a brotar“, diz a letra. Não é preciso explicar o significado de “Mary Jane”, né?

Amy Winehouse – “Addicted

Quando você fumar toda a minha erva / Você vai chamar os marcianos“, cantou Amy Winehouse em “Addicted”, uma das faixas bônus do relançamento do álbum Back to Black. “Eu costumava fumar muita maconha, mas suponho que se você tem uma personalidade viciante, então você passa de um veneno para outro“, disse a falecida cantora à Rolling Stone em 2007. Talvez ela devesse ter ficado apenas na maconha mesmo; quatro anos depois, Amy foi encontrada morta em sua casa – resultado de intoxicação por álcool.

Gloria Groove – “Sedanapo

Em “Sedanapo”, Gloria Groove utiliza a cannabis como metáfora para dizer como se sente uma segunda opção para seu amado. “Você me enrola, me aperta, guarda pra depois / Deixa embolada, eu já tô bolada / Presa na sua teia, Mary Jane abandonada / Me sentindo sedanapo / Eu tinha tudo pra ser blunt / Mas tu me botou de lado“, lamenta-se a cantora na canção. E no clipe, a artista dá vida a três personagens: a protagonista Mary Jane, o boy vacilão Lil Haze e Goldie.

Miley Cyrus – “Dooo It!

Acho que a erva é a melhor droga do mundo“, disse Miley Cyrus à Rolling Stone em 2013. Embora ela tenha parado de fumar, a estrela gravou uma ode aos maconheiros com a preciosa ajuda do Flaming Lips. “Dooo It!” continua sendo um grito de guerra cheio de fumaça. “Cante sobre o amor / Amor é o que você precisa / Amar o que você canta / E amar fumar maconha“.

> LEIA MAIS: 10 artistas pop que já admitiram fumar maconha

Ludmilla – “Verdinha

Todo mundo sabe qual é a “verdinha” da Ludmilla, mas o clipe traz muitos significados interessantes de serem analisados. “Trazendo referências da cultura da ostentação, algo muito clássico no rap/hip hop, a ideia de colocar Lud no comando da plantação foi também para exaltar o trabalho que ela faz para conquistar seus objetivos e, além de toda a brincadeira, claramente uma busca por transformações sociais por meio desta discussão [sobre a maconha]”, diz o diretor João Monteiro, que teve como referência o clipe de “Pour It Up”, da Rihanna.

Rihanna – “James Joint

E por falar em Rihanna, não faltam canções sobre maconha em sua discografia. Mas “James Joint” já traz, deliberadamente, uma frase de impacto logo em seu início: “Eu preferiria estar fumando maconha / Sempre que nós respiramos“, diz a frase. E se algum dia alguém falar pra você que usuários de maconha não chegam a lugar algum, a Rihanna pode desmentir tal tese. Afinal, ela é uma das mulheres mais ricas da música, segundo a “Forbes”, com fortuna estimada em 600 milhões de dólares.

Heavy Baile feat. MC Rebecca – “Maconha & Pente

Às vésperas do 2º turno das eleições presidenciais, marcadas pela forte tendência do conservadorismo, o coletivo carioca Heavy Baile se juntou à MC Rebecca em um clipe que fala abertamente sobre legalização da maconha e ménage à trois sem nenhum pudor. A quantidade de palavrões na letra tornou um desafio qualquer tentativa de versão “clean” da faixa. E a verdade é que ninguém queria mesmo uma letra polida sobre um assunto que precisa ser discutido abertamente, não é mesmo?

IZA – “Brisa

Tem músicas que são autoexplicativas. E a interpretação sobre o que ela significa é muito particular. Quando IZA lançou “Brisa”, muitos perguntaram se era sobre maconha. E a resposta dela foi brilhante: “Ela [a música], sim, era na onda ‘legalize’… Acho hipocrisia a gente não falar sobre isso. Não é um tabu nem um problema. Não preciso falar de legalização neste momento, mas, para bom entendedor, meia palavra basta“.

Anitta, Ludmilla, Snoop Dogg feat. Papatinho – “Onda Diferente

Responsável pela desavença entre Anitta e Ludmilla, “Onda Diferente” também é uma ode à maconha. E traz consigo uma das referências máximas do combo música + maconha: o rapper americano Snoop Dogg. “Bateu, balançou” e virou hit. Apesar de tudo…

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Daiv Santos

No Tivoli Park, Gabily reflete: “Quero levar alegria nesse momento difícil”

Shawn Mendes segue em frente e trabalha em música nova

Shawn Mendes segue em frente e trabalha em música nova