Fotos: reprodução Selena Gomez - [email protected] Danna Paola - instagram @dannapaola. Shakira - Getty Images
in ,

2021 será um ano agitado na música latina; confira os destaques da semana

2021 começou com muita coisa acontecendo, dentro e fora do mundo pop. Na música latina, não foi diferente. Agora, você confere o resumo de alguns assuntos mais falados nessa última semana dos artistas latinos. Para saber todos os detalhes de cada uma delas, é só acessar a Latina Brasil!

PREMIO LO NUESTRO ANUNCIA INDICADOS

O Premio Lo Nuestro de 2020 foi a última premiação, ao menos latina, que aconteceu normalmente, com um público grande e agitado, artistas um do lado do outro durante a cerimônia e tudo aquilo que não vemos há tempos. Poucos dias depois, foi decretada a quarentena em diversos países por conta da pandemia do novo Coronavírus. Claro que a edição deste ano, marcada para o dia 18 de fevereiro, ainda não tem muitos detalhes divulgados, promete ser bem diferente do último ano, mas não em questão de indicados.

O colombiano J Balvin é o líder de nomeações, com 14 no total. Maluma vem em seguida, com 12. Bad Bunny, um dos nomes mais falados em 2020, possui 6 indicações. A brasileira Anitta aparece em duas categorias: Melhor Artista Urbano (Feminino), onde concorre com grandes nomes como Becky G (com 2 indicações), Natti Natasha (7), Karol G (4) e Ivy Queen (1) e Melhor Colaboração Crossover com Me Gusta, parceria com Cardi B e Myke Towers.

J Balvin quer fazer show de intervalo do Super Bowl
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

São mais de 30 categorias que você pode ver aqui. As votações acontecem até o dia 5 de fevereiro.

SELENA APOSTA NA HERANÇA LATINA

Selena Gomez lançou o álbum “Rare” no início do ano passado, mas esse não foi o único tópico que abordado em suas entrevistas. Cada vez mais, a artista tem falado publicamente sobre a cultura latina e o impacto na própria vida. Selena é de família mexicana e, inclusive, seu nome é uma homenagem à Selena Quintanilla, uma das maiores artistas latinas.

Selena Gomez conquista América Latina com "De Una Vez"
(Foto: Reprodução / YouTube)

Rumores de uma possível parceria com Ozuna começaram a circular em 2020, que indicaram o caminho que Selena Gomez poderia percorrer neste ano. Nessa semana, artes espalhadas em muros de cidades do México chamaram atenção com o rosto de da artista e dois títulos de canções: “Baila Conmigo” e “De Una Vez”, que chegou nesta quinta (14).

O novo single foi produzido pela Neon16, uma equipe de talentosos produtores liderada por ninguém menos que Tainy, um dos maiores do mercado latino responsável por hits como “Agua”, de J Balvin, One Day (Un Dia) de Dua Lipa, Bad Bunny e J Balvin, “Lento” de Lauren Jauregui, e “I Can’t Get Enough”, com a própria Selena Gomez, J Balvin e Benny Blanco, lançada em 2019.

“De Una Vez” marca o começo de uma etapa latina na carreira de Gomez que começou agradando boa parte do público latino. Ainda que não seja um material completo em espanhol, há pelo menos mais uma canção a caminho.

DANNA PAOLA MOSTRA PORQUE “ABANDONOU” A CARREIRA DE ATRIZ COM NOVO ÁLBUM

Ano passado foi um “tudo ou nada” para Danna Paola. A artista decidiu deixar de lado a atuação para se dedicar totalmente à carreira musical. Em 2019, a mexicana já estava ensaiando os próximos passos ao lançar o EP SIE7E, mas os compromissos como atriz tomavam muito mais tempo, principalmente com a personagem Lucrecia, de Elite.

Danna Paola acabou de lançar o álbum K.O para a surpresa dos fãs nesta quinta-feira, (14) e revelou no trailer do novo episódio do Storytelling POPline que a pandemia foi fundamental para que ela se abrisse a um processo criativo diferente e desse modo, tivéssemos o K.O! "Tem uma frase que me falam que é: “É bom acreditar nos outros, mas também em você”. É algo que sempre tenho muito presente. Eu tenho que acreditar na cantora que eu sou, tenho que acreditar na compositora que sou, posso melhorar dançando, por exemplo, é algo que sempre tento melhorar. E espero seguir acreditando nisso. Espero continuar acreditando em mim na música", disse a cantora. Saiba mais sobre K.O - novo álbum de Danna Paola O repertório do trabalho, composto por 11 faixas, traz as participações especiais de Sebastián Yatra, Aitana, Mika e da brasileira Luísa Sonza. “Não poderia estar mais feliz de finalmente poder compartilhar a capa do meu novo álbum, ‘K.O. (Knockout)’, um trabalho de muito tempo, esforço, lágrimas, risadas e muita imaginação”, disse a cantora Assista ao trailer do novo episódio do Storytelling POPline com Danna Paola. Foto: Divulgação
 Danna Paola. Foto: Divulgação

Por sorte (e talento), Danna Paola fez seu regresso musical com ótima recepção. Não demorou muito, a cantora tinha colaborações com Sebastián Yatra, Cali y el Dandee, Lola Índigo e outros nomes grandes do mercado latino. Nessa semana, lançou o primeiro álbum oficial da carreira, KO (Knoct Out), que tem sido bem recebido pelo público.

“Esse álbum e todo o seu processo tem sido muito difícil para mim”, contou durante uma live realizada no Instagram. “Foram muitas risadas, muitos prantos, muita aprendizagem… mas, sobre tudo, foi feito para vocês”. KO reúne onze canções no total, incluindo a colaboração com a brasileira Luísa Sonza e a espanhola Aitana, “Friend de Semana”, além de TQ Y YA lançado durante o Mês do Orgulho LGBT, “Me, Myself” com Mika, “Sola”, e as já mencionadas “Contigo” e “No Bailes Sola”.

SHAKIRA VENDE 100% DO CATÁLOGO MUSICAL

A notícia de que Shakira, uma das maiores artistas no mundo e uma das mais importantes representantes da música latina, vendeu todo seu catálogo surpreendeu alguns seguidores.

A colombiana “abriu mão” dos direitos e participação nos lucros como compositora de todas suas músicas lançadas até agora, incluindo sucessos como “Estoy Aquí”, por exemplo, e “Wherever, Whenever”.

Foto: reprodução/@shakira Instagram

A empresa britânica Hipgnosis Songs Fund Limited foi quem comprou os direitos e comunicou, nesta quarta-feira (13), que Shakira vendeu 145 canções no total (as músicas lançadas daqui pra frente não fazem parte do acordo). Porém, a Sony Music, gravadora de longa data da artista, seguirá administrando seu catálogo por, pelo menos, mais sete anos.

Abrir mão dos direitos do próprio trabalho pode parecer estranho, mas artistas reconhecidos internacionalmente costumam fazer isso, como Bob Dylan – aliás, a lista não é pequena. Para saber todos os detalhes e mais destaques do mundo latino, acesse o portal da Latina Brasil e nos siga nas redes sociais!

 

Escrito por Latina Brasil

Gravação de vídeo: confira 6 passos gerar um conteúdo de qualidade sem sair de casa

Dua Lipa revela por que não tem medo de se posicionar politicamente