Connect with us

Buzz

Os 10 melhores clipes do primeiro semestre de 2020

Ranking tem The Weeknd, Pabllo Vittar, Lady Gaga, BLACKPINK e muito mais!

Published

on

Quais foram os melhores clipes da primeira metade do ano? A equipe do POPline se reuniu para votar e montar esse ranking conjunto. O período foi bem esquisito para o mundo da música: com o crescimento da pandemia do coronavírus no mundo inteiro e a necessidade de isolamento social, artistas e fãs tiveram que lidar com “clipes caseiros”. Foi essa a estética que marcou os últimos meses e acabou se sobressaindo quem conseguiu driblá-la, com filmagens realizadas no início do ano. Confira nossa lista abaixo!

Os 10 melhores clipes do primeiro semestre de 2020

(Fotos: Divulgação)

10) Alicia Keys – “Underdog”

Desde que anunciou em 2016 que não usaria mais maquiagem em suas aparições públicas, coincidentemente, ou não, Alicia Keys também não lançou mais clipes para as suas canções. No entanto, esse gap de 4 anos de mudanças, fez com que a cantora reaparecesse – obviamente sem maquiagem em clipe de “Underdog”. A tradução de “Underdog” é oprimidos e a imagem de Alicia sem maquiagem é bem significativa – é a musicista se despindo de todos os julgamentos, para mostrar quem de fato é, sem máscaras. No clipe são mostrados os “invisíveis pela sociedade”. Quem são aquelas pessoas que no cotidiano passam despercebidas? As imagens do vídeo privilegiam vendedores de ruas, trabalhadores de bares, sem-teto, afro-americanos… Todas essas pessoas aparecem simplesmente sendo quem elas são da melhor maneira possível com Alicia cantando: “Eles disseram que eu nunca conseguiria, mas eu fui feita para quebrar esse molde”. Vale a pena conferir e refletir!Helena Marques.

09) Pabllo Vittar feat. Thalía – “Tímida”

Se você for uma yag na faixa dos 35 anos, assim como eu, certamente já performou – e muito – dublando os versos “Ya mucha honra / María la del Barrio soy” na sua infância. Era assim que Thalía pegava a gente pelos ouvidos quando interpretava a catadora de lixo mais famosa da TV brasileira, em Maria do Bairro. Não é à toa que o encontro da diva mexicana com uma das maiores potências LGBTQIA+ do nosso país, Pabllo Vittar, me toma de amores. No clipe, elas servem tudo que a gente gosta de ver: tem looks incríveis, pele impecável, coreô e muita sensualidade. As duas estao um luxo e o trabalho todo está bem feito: luz, cenografia, edição e todo o resto. – Victor Arris.

08) Manu Gavassi – “áudio de desculpas”

Justamente quando estava confinada no “BBB”, sob o fantasma de “acabar com sua carreira”, Manu Gavassi entregou seu clipe de mais alto nível. A estética luxuosa difere e muito de lançamentos anteriores de sua videografia, ainda muito voltada para o pop teen e colorido. Manu aqui está mais austera e adulta. A fotografia de Yuri Sardenberg é um dos grandes destaques, mas o vídeo tem tudo que a cantora valoriza em seu trabalho: o roteiro doidinho, a moda (há até uma participação de Constanza Pascolato), a ironia e, claro, sua música autoral. É seu clipe-assinatura até então. Leonardo Torres.

07) BTS – “On”

Dificilmente você vai ver um clipe de k-pop ruim ou de produção simples. Os envolvidos na parte visual de qualquer que seja o artista do gênero musical são extravagantes e investem pesado em fotografia e qualidade do produto e o que a gente vê recorrente são clipes de altíssima qualidade. No primeiro semestre, “On” foi certamente um dos que chamaram a atenção. O BTS é um dos nomes mais expressivos do k-pop a nível mundial e qualquer coisa que envolve o grupo é grandioso. E “On” é isso: um clipe grandioso, com uma fotografia impecável, com storyline e que rendeu até um “filme manisfesto”. Merecido estar no nosso Top 10 semestral.Amanda Faia.

06) Harry Styles – “Falling”

Harry Styles está fazendo um trabalho impecável com o álbum “Fine Line”, de ponta a ponta. O clipe de “Falling” faz parte disso. Como fazer um bom clipe de uma música intimista, de voz e piano? O resultado foi colocar o cantor, sem surpresas, na frente de um piano e cantando. Mas por que isso é tão incrível? Sim, ficou incrível! Durante o vídeo, a música extravasa as emoções, extremamente pessoal e vulnerável. É como se a música soltasse tudo o que está no coração e, então, vem as lágrimas. Mas as lágrimas saem na música, como um desabafo. E a música está representada pelo piano, que jorra água como essas lágrimas. No fim, a sala está inundada, dando lindas imagens. Essa ideia de cenário inundado não é a mais original (oi, Beyoncé), mas nesse caso caiu perfeitamente bem. Um clipe para entrar na lista dos melhores.Caian Nunes.

05) Dua Lipa – “Break My Heart”

“Break My Heart” segue a linha do videoclipe anterior, “Physical”, com cores saturadas, transições estonteantes e muito contato visual com os olhos de Dua Lipa. Mas em vez de apoiar-se em uma forte coreografia, o vídeo apresenta um enredo coerente e visuais impressionantes. O início traz a cantora em seu melhor estilo – apático, mas sexy – enquanto ela se move entre carros. O espaço e o tempo começam a distorcer e a primeira de muitas transições rápidas substitui as luzes saturadas da cidade por um apartamento, quando um carro em tamanho real se transforma em um de brinquedo. É um clipe que exemplifica a nova era (e excelência) de Dua Lipa: visuais extraordinários cheios de manipulações espaciais vívidas, combinadas com um contato visual sensual. Uma explosão de caos artístico que salta aos olhos.Daiv Santos.

04) BLACKPINK – “How You Like That”

Videoclipes de K-Pop são sempre super produzidos, mas com “How You Like That” o grupo BLACKPINK resolveu levar esse conceito para um novo patamar. Opulência é a palavra de ordem nesse que é o mais recente clipe do quarteto sul-coreano. Com looks incríveis e cenários majestosos, são tantos detalhes, tantas referências, pra se prestar atenção que você pode até se perder. Isso tudo sem contar na coreografia, que é sempre um ponto alto para as meninas do BLACKPINK. Definitivamente um dos melhores videoclipes do gênero, que coloca até os maiores artistas ocidentais debaixo do tapete.Kavad Medeiros.

03) Lady Gaga & Ariana Grande – “Rain On Me”

Melhor do que uma diva pop só duas divas pop! Lady Gaga conseguiu entregar o que todos os fãs queriam com esse clipe – coreografia, figurinos, glam power – sem se limitar em simplesmente atender a demanda do público. Ela foi além em seu retorno pop, e entregou também uma série de imagens perfeitas para gifs e memes. O vídeo dirigido por Robert Rodriguez tem influências que vão de animes a “Mortal Kombat” e “Blade Runner”. Gaga fascinou os fãs conquistados lá atrás, com “Just Dance”, e de quebra pode ainda conquistar os fãs de Ariana Grande e toda uma nova geração pautada pela estética do K-Pop.Leonardo Torres.

02) Dua Lipa – “Physical”

Dua Lipa saiu de ser uma nova cantora com talento para ser um ícone pop com o lançamento de um álbum. Exagero? Bem, vamos aguardar o próximo Grammy… Mas o foco aqui é no clipe “Physical”. Apesar de ter sido o single que fez menos sucesso no álbum, acho que essa é a música que mais representa o conceito do “Future Nostalgia” – até mais que a faixa que leva o mesmo título. Com foco na dança, o clipe não poderia ser diferente. No pop, há milhares de clipes dançantes, mas Dua Lipa conseguiu superar. A música, realmente, traz uma sensação de querer dançar e entrar nesse mundo nostálgico de êxtase e excitação. Ela passa esses sentimentos. O vídeo tem uma linda direção de arte, com cenários incríveis, e edição perfeita. Destaque para as mudanças de cena em formato rotatório. É como se fosse um plano-sequência, mas sem ser. Incrível!Caian Nunes.

01) The Weeknd – “In Your Eyes”

Mais uma produção de videoclipe excepcional do The Weeknd, que montou, na verdade, um curta-metragem para o álbum “After Hours”. O corte de “In Your Eyes” é cativante e prende o espectador como em um filme de suspense da melhor qualidade. O clipe chega ao final com uma cena absolutamente surpreendente, depois de uma sequência super excitante de perseguição em que o próprio artista está na pele do suposto vilão! “In Your Eyes” nos faz lembrar do trabalho do cineasta Robert Rodriguez em “Sin City”, com “takes” em locais mais escuros e destaque para a cor vermelha – inclusive no sangue! Sem dúvida, um dos melhores clipes da carreira do The Weeknd e o melhor desta primeira metade de 2020!Mari Pacheco.

CLIQUE AQUI PARA VER O TOP 10 DE QUE CADA MEMBRO DA EQUIPE!

HojeTemLive.com.br




Ranking