Os 10 melhores álbuns de 2016 – na opinião da redação do POPline
Em 11/12/16 às 0:05 Por: Leonardo Torres | Buzz, Yeah! +POPLine

Quais foram os dez melhores álbuns de 2016? A redação do POPline se reuniu, votou e formou seu ranking! Cada membro da equipe escolheu cinco álbuns, com pontos decrescentes atribuídos a cada um; tudo foi somado; e os mais pontuados e votados estão nesta lista que você vê abaixo. E aí, concorda?

Participaram da votação Amanda Faia, Bernardo Sim, Carol Duarte, Daiv Santos, Flavio Saturnino, Isabella Onofre, Kavad Medeiros, Leonardo Torres, Mari Pacheco, Pedro Myguel, Ricardo Oliveira e Tiago Miranda.

10) Britney Spears – Glory / Bruno Mars – 24K Magic
A votação já começa com empate: Britney e Bruno fizeram a mesma quantidade de pontos. “Glory” é o nono álbum de estúdio de Britney, com forte colaboração da compositora Julia Michaels, uma participação de G-Eazy e uma música em francês. Não bombou em vendas, mas agradou os fãs de música pop – em tempos de apostas no “conceitual”.

Terceiro álbum de Bruno Mars, “24K Magic” é o primeiro dele em quatro anos, e trouxe apenas nove faixas: suficientes para entrar nesta lista e fazer qualquer um dançar. Todas as músicas são produzidas (ou co-produzidas) por Shampoo Press & Curi, e o carro-chefe é o single homônimo, que segue bombando nas paradas.

britney-bruno

09) Alicia Keys: Here
Primeiro álbum de Alicia em quatro anos, traz 18 canções, todas escritas e produzidas pela própria cantora. Há também colaborações de Pharrell Williams, Emeli Sandé, A$AP Rocky, Mark Ronson e o marido Swizz Beatz. Atenção para os singles “In Common” e “Blended Family (What You Do For Love)”.

alicia keys here

08) Frank Ocean – Blonde
Lançado um dia após o álbum visual “Endless”, “Blonde” saiu pela gravadora do próprio Frank Ocean (fora da Def Jam). É um trabalho de alto nível: traz parcerias com Kanye West, Pharrell Williams, James Blake e André 3000, além de samples de Stevie Wonder e The Beatles.

frank-ocean-blonde

07) Drake – Views
Na esteira do hit “Hotline Bling”, chegou o quarto álbum do rapper canadense, apostando no r&B, pop e hip-hop. Foram vendidos quase um milhão de cópias só na semana de lançamento nos Estados Unidos. Um tremendo sucesso, alavancado ainda mais quando o mundo parou para se hipnotizar por “One Dance”. Sem falar no dueto novo com Rihanna…

drake-views

06) The Weeknd – Starboy
O disco chegou com a responsabilidade de suceder “Beauty Behind the Madness”, que foi premiado e alavancou a carreira do cantor para outro patamar. Muita expectativa geralmente leva à decepção, mas não foi o caso. O R&B de The Weeknd emplacou “Starboy” e “I Feel It Coming” nas paradas: parcerias dele com o duo de música eletrônica Daft Punk. E a tracklist ainda conta com as vozes de Lana Del Rey e Kendrick Lamar.

the weeknd starboy

05) Little Mix – Glory Days
Puxado pelo single “Shout Out To My Ex”, o quarto disco da girlband estreou direto no topo da parada britânica, mesmo que o Little Mix tenha liberado quase todas as músicas antes do lançamento. Há pitadas de R&B, dance-pop e eletrônico, com composições próprias e de colaboradores como Meghan Trainor e Charlie Puth. Agora é hora de se preparar para o segundo single: “Touch”.

littlemix-glorydays

04) Ariana Grande – Dangerous Woman
Ariana desenvolveu o álbum ao longo da turnê “Honeymoon” e o lançou sete meses após o último show. Mantendo a pegada pop e R&B da cantora, o disco trouxe os hits “Dangerous Woman” e “Side to Side” (com Nicki Minaj), além de “Into You” – que proporcionou um dos clipes mais queridos da carreira dela. Lil Wayne, Macy Gracy e Future estão entre as participações especiais.

ariana-grande-dangerous-woman-cover

03) Lady Gaga – Joanne
Depois de um disco de jazz com Tony Bennett, little monsters esperavam o retorno de Gaga ao pop e, como sempre, ela surpreendeu. Em vez de entregar farofas com RedOne (que chegaram a serem feitas), a cantora entregou canções profundamente autorais, íntimas até, com elementos de soft rock, folk e country, e produção executiva de Mark Ronson. Quinto álbum da popstar, traz ainda colaborações da cantora country Hillary Lindsey, da cantora de indie rock Florence Welch, do músico de rock psicodélico Kevin Parker (do Tame Impala) e do músico de folk rock Beck.

lady-gaga-joanne-deluxe[1]

02) Rihanna – ANTI
Após três anos de espera, Rihanna entregou “ANTI” ao mundo, com um milhão de cópias digitais distribuídas gratuitamente. Como Gaga, a cantora entregou algo bem diferente do que o público desejava. Ainda é pop, ainda é R&B, mas a pegada é outra. Se há “Work” (com Drake) para as pistas e para as rádios, há também “Kiss It Bette” e “Love On the Brain” na tracklist. A lista de colaboradores é imensa: entre os destaques, Dido, Timbaland, Hit-Boy, The Weeknd, The-Dream e DJ Mustard.

rihanna-anti

01) Beyoncé – Lemonade
Sexto álbum solo da cantora, foi lançado por Beyoncé meio de surpresa com um especial de TV no canal HBO. Foi o segundo álbum visual da popstar, mas consagrou-se com o título de “conceitual”. Mesclando diferentes estilos musicais – do country ao rock, e do hip-hop ao gospel – emplacou o hino sociopolítico “Formation”, contra a discriminação racial, e ainda tratou de feminismo, padrões de beleza e sociedade patriarcal. Ainda proporcionou parcerias com Jack White, The Weeknd, James Blake, Kendrick Lamar.

lemonade

CONFIRA TAMBÉM A LISTA DOS 10 MELHORES ÁLBUNS NA OPINIÃO DOS LEITORES DO POPLINE!



ShopLine