#FreeFifthHarmony fãs levantam hashtag pedindo por melhorias de condições para o grupo
Em 20/12/16 às 2:30 Por: Leonardo Torres | Oh My God!, Yeah! Notícias

Muita informação sobre o Fifth Harmony para acompanhar. Depois que Camila Cabello oficializou sua saída da girlband, e um áudio de Lauren Jauregui dizendo que elas são tratadas como escravas caiu na rede, tudo no mesmo dia, os fãs se solidarizaram. Preocupados com o grupo – agora quarteto – harmonizers levantaram a hashtag #FreeFifthHarmony no Twitter. Entrou nos Trending Topics. Também tem gente usando #JusticeFor5H. O intuito é defender melhores tratamentos para o rupo.

fifth harmony

O grupo vem dando sinais de esgotamento pela quantidade de trabalho. Em quatro meses, Normani Kordei perdeu três pessoas queridas, e não teve tempo para viver o luto. Em entrevista recente, Dinah-Jane admitiu: “Eu amo fazer turnê, mas a agenda me traumatizou. Fiquei tipo: ‘que tipo de trabalho estamos fazendo?’. Eu vi minha bisavó ser enterrada via Facetime. Nós todas somos muito ‘família’, e perdemos pessoas enquanto estávamos na estrada”.

No fim do ano passado, o Fifth Harmony foi contratado pela Maverick, mesmo escritório que cuida das carreiras de Madonna, Britney Spears, Miley Cyrus, Paul McCartney, U2 e The Weeknd. De lá para cá, o trabalho teria aumentado – e a visibilidade e as conquistas também. “Work From Home” se tornou o primeiro single Top 10 da girlband, já nessa fase.

A girlband também tem contrato com a gravadora Epic, presidida por L.A. Reid. Segundo o burburinho que corre por aí, ele colocou uma psicóloga à disposição do grupo na turnê e marcou reuniões para tentar animá-las a seguirem juntas. Na última reunião, Camila, que já vinha expressando sua vontade de seguir solo, não teria aparecido.

COMENTÁRIOS


ShopLine