Entrevista: Zara Larsson revela detalhes do novo CD, sua dedicação ao feminismo e a grande paixão por Beyoncé
Em 26/11/16 às 13:57 Por: Ricardo Oliveira | Entrevistas, Yeah! +POPLine

Das recentes Icona Pop e Tove Lo à clássicos como Robyn e ABBA, a Suécia tem mostrado que leva a música pop bem a sério. A bola da vez é a jovem Zara Larsson, que com apenas 18 anos já carrega com orgulho a bandeira levantada por seus conterrâneos.

zara

Vencedora da franquia “Got Talent” quando tinha apenas 10 anos, em pouco tempo de carreira, Zara já conquistou três top 10 singles no Reino Unido e quatro #01’s em sua terra natal. Agora com o novo single, “Ain’t My Fault”, ela se prepara para explorar novos horizontes: “Agora me sinto mais confiante em dizer as pessoas o que eu gosto e o que eu não gosto”, comenta ao falar dos novos parceiros na música.

Com seu segundo álbum de estúdio – primeiro internacionalmente – prestes a ser lançado, Zara falou com exclusividade ao POPline sobre o novo projeto, sua mega admiração por Beyoncé, a indicação da revista “TIME” como uma das 30 adolescentes mais influentes do mundo, e é claro, os planos para o Brasil. Confira:

Olá Zara, tudo bem?
Estou bem e você?

Bem melhor agora falando com você agora.
Ahh eu também. Feliz em falar com você

Vou começar falando de “Ain’t My Fault”. Que hit hein?! Completamente pop, muita energia, e ganhou um videoclipe bastante dançante, diferente dos outros que você fez anteriormente. Foi sua ideia fazer algo diferente dessa vez?
Ah obrigada! Sim, eu queria um video que tivesse a ver com a batida da música e eu pensei, sabe, sempre tive meninos nos meus videos e pensei: desta vez vou me cercar de mulheres lindas, e vai ser tudo sobre nós, a gangue toda curtindo numa grande mansão, bem atrevido!

Você é bastante jovem e com apenas 18 anos já prepara o lançamento do segundo álbum (primeiro internacionalmente). Já é uma jornada… Como você se sente?
Agora me sinto muito bem. Tudo está vindo junto de uma maneira muito boa. Agora me sinto como se todos estivem na mesma página sabe? com as pessoas com que trabalhei. Todo mundo está ouvindo todo mundo. Me sinto mais confiante em dizer as pessoas o que eu gosto e o que eu não gosto. Assim, mal posso esperar para que as pessoas possam ouvir meu álbum. Estou realmente muito feliz com ele. Espero que os fãs gostem tanto quando eu estou gostando.

E quando o álbum sai? Assim, os Fãs estão super ansiosos por novas músicas…
O álbum? Infelizmente eu ainda não sei direito quando ele sai. Gostaria muito de lhe poder falar, realmente queria. Mas posso te garantir que saíra muito em breve.

Até o final do ano?
Sim! Pode ser no final desse ano ou no começo do próximo…mais provavelmente no inicio de 2017. Garanto que não está tão longe.

Como você descreve esse novo álbum? O que os fãs podem esperar desse lançamento?
Eu acho que a palavra chave desse álbum é ‘amor’. Ele fala muito sobre amor, sabe?. Humm, deixa eu pensar um pouco mais. É, eu acho que a palavra chave realmente é amor, mas o amor em diferentes perspectivas. Você com certeza poderá falar dele com seus amigos ou com alguém que você goste como sua família. Sim, é sobre amor mas no aspecto geral. Não precisa ser necessariamente o romântico.

Vejo que você sempre compartilha imagens da Beyoncé em suas redes sociais. Acredito então que ela seja sua cantora favorita. Já pensou em algum um dia trabalhar com ela?
Ohhh, óbvio! Claro que eu a amo muito. Mas eu não sei sabe? Eu amo tanto a Beyoncé que não me vejo trabalhando ao lado dela. Tipo, não faria muito sentido, entende?. Acho que seria demais para mim. Com certeza não saberia lidar com isso. Morreria de um ataque do coração ou algo. (risos)

Agora me diga o que você está ouvindo no momento? Quais são suas influências?
Bom, agora estou ouvindo muito hip hop como..humm.. eu sigo algumas playlists no Spotify. Listas variadas de hip hop como “The Rap Caviar’, “Get Turnt’. Ouço bastante ‘UK Grime’ (gênero de música urbana que surgiu em Londres no início da década de 2000) como Stormzy, Skepta, Section Boyz, J hus. Basicamente os rappers ingleses.


Vi no Instagram muitas imagens que fala sobre o empoderamento feminino. As pessoas até mesmo referem você como uma grande feminista. O que você acha disso nos dias atuais?

Acho ótimo ver todas essas mulheres do ‘mainstream’ e da mídia pop se assumindo e mostrando. Claro que sou feminista e acho que toda garota e mulher deveria ser. Não é tão difícil, na verdade é bem simples. Sim, eu acredito em igualdade, sim eu acho que todas as mulheres devem ter direitos iguais como os homens. Acho que não só os homens devem ser tratados assim, sabe?. Esse é o segredo. Isso é o que penso. Então, é claro que sou uma feminista.

Você foi nomeada como uma das 30 adolescentes mais influentes de 2016 pela revista “Time”. O que achou disso?
Simmmm!!! Honestamente fiquei bastante surpresa mas muito muito feliz por isso. Me sinto na verdade bastante honrada com essa nomeação.


Antes de terminar, os fãs querem saber e nós também. Quais os planos para o Brasil?

Sim!! Mal posso esperar para ir ao Brasil. Adoraria. Espero que seja em 2017. Será bastante divertido. Quero ir em breve.

Confira a playlist indicada por Zara:



Relacionados Recentes

"Tenho meu empresário, minhas músicas, e quero ser reconhecida por isso".
"Tenho curiosidade para conhecer cantores e músicos brasileiros".
ShopLine